Sem empréstimo, sem 13º.

Tem um ditado que diz “não reclama da vida, que pode piorar”. Este se encaixaria bem na vida do servidor municipal de Cabo Frio. Com atrasos salariais, os sindicatos iniciaram movimentação grevista. Até protesto na porta da Câmara teve nesta segunda (11). E não há boas notícias. Isso porque Marquinho Mendes continua “catando centavos”, como ele mesmo disse. “Estamos fazendo tudo dentro das nossas possibilidades. Mas a dívida salarial deixada por Alair prejudicou muito o equilíbrio das finanças, além do a população imagina, por isso, peço compreensão aos servidores”, apelou prefeito. E disse que vai fazer redução geral nas despesas. “Vou mandar recolher todos os carros alugados e teremos que demitir e cortar outros gastos”, explicou Marquinho Mendes. Prefeito salientou que tem esperança de pagar todos até a próxima sexta-feira (15), mas os problemas, vão continuar: “eu não tenho expectativa de que essa situação (dos atrasos) melhore até o final do ano”. Mas o pior, o servidor não supõe. Sem empréstimo, final de ano pode ser magro: “quero antecipar que se eu não conseguir um empréstimo, será IMPOSSÍVEL pagar o 13º salário de nossos servidores”, disse ele sem disfarçar o tom de preocupação.

 

Fonte: RC24h

Comments

comments

Você também pode gostar...